Nesta segunda-feira (29) será discutido um projeto de lei e os legisladores vão analisar o veto a uma proposta.

Sede da Câmara Municipal de Juiz de Fora Câmara Municipal/Divulgação A Câmara Municipal de Juiz de Fora retoma nesta segunda-feira (29) as reuniões ordinárias do 6º Período Legislativo.

A sessão será realizada de forma remota, com os vereadores em casa e o presidente da Câmara, Luiz Otávio Coelho – Pardal (PSL) no Plenário.

As sessões da Casa foram suspensas durante a semana passada após o vereador Sargento Mello Casal (PTB) testar positivo para a Covid-19.

O prédio do Câmara Municipal passou por processo de desinfecção seguindo os protocolos estabelecidos pela Vigilância Epidemiológica.

Assessores do vereador Sargento Mello Casal testam positivo para Covid-19 Na 1ª Deliberação Remota, será discutido um projeto de lei, de autoria do vereador André Mariano (PSL), que “dispõe sobre a caracterização de celebrações religiosas como atividades essenciais em estado de emergência e/ou estado de calamidade pública”. Além da proposta, que será avaliada em primeira discussão, os legisladores também analisar o veto do projeto que prevê a denominação de logradouro público como “Rua José Luiz Ribeiro”.

Estes são os dois projetos previstos para a reunião ordinária desta segunda-feira.

Leia também: Doze vereadores trocam de partido em Juiz de Fora Câmara Municipal rejeita por unanimidade pedido de impeachment do prefeito Initial plugin text