O informe diário atualizado pela SES-MG apontou também novos casos confirmados de coronavírus, além de pessoas que se curaram da doença.

Saiba mais.

Profissional de saúde arruma testes para Covid-19 Mark Felix/AFP Imagem divulgada pela agência britânica de proteção à saúde mostra o coronavírus visto ao microscópio AFP O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) desta segunda-feira (13) confirmou a segunda morte por Covid-19 em Lagoa Dourada, no Campo das Vertentes.

A Zona da Mata não teve registro de novos óbitos.

A morte já havia sido informada pela Prefeitura de Lagoa Dourada.

Além disso, as regiões registraram 89 novos casos de coronavírus e também pacientes que se curaram da doença. Ao todo, a Zona da Mata e Campo das Vertentes têm 7.635 casos confirmados da doença desde o início da pandemia, sendo que 5.307 foram considerados recuperados. * Veja abaixo todas as informações dos casos confirmados, as mortes, além dos registros de pessoas curadas da doença nas regiões da Zona da Mata e Campo das Vertentes. Diferenças entre Estado e municípios Diariamente, o Estado e muitos municípios divulgam informações dos casos relacionados ao novo coronavírus. O G1 lembra que a divergência de dados do boletim do Governo de Minas em relação aos dados das prefeituras ocorre por diversos fatores, entre eles a quantidade de dados recebidos pelo Estado. Além disso, a SES-MG destaca sempre que os dados são parciais e que estão sujeitos a alterações. Casos curados Nesta segunda-feira, as cidades da Zona da Mata e Vertentes chegaram 5.307 recuperados em 102 municípios.

As cidades com maior registro de curados são Juiz de Fora (1.917), Muriaé (716), Barbacena (386) e Leopoldina (249).

* A SES-MG informou que os dados do boletim são parciais e sujeitos a alteração, por essa razão, divergências pontuais entre os municípios e os casos já computados pela pasta podem ocorrer. Casos curados de Covid-19 Casos confirmados Nesta segunda, no Boletim Epidemiológico, as cidades da Zona da Mata e Vertentes registram 90 novos casos confirmados de Covid-19 em relação ao levantamento de domingo e totalizaram 7.635 pacientes com Covid-19 em 108 municípios.

As cidades com mais casos confirmados nas regiões são: Juiz de Fora (2.544), Muriaé (1.112), Leopoldina (507), Barbacena (408) e São João del Rei (288).

Veja a tabela completa com dados de casos confirmados nas regiões. Casos confirmados de Covid-19 Mortes Neste boletim, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) confirmou a segunda morte pela doença em Lagoa Dourada, no Campo das Vertentes. Municípios da Zona da Mata não registraram novos óbitos neste levantamento.

A morte já havia sido informado pela Prefeitura de Lagoa Dourada através de boletim diário publicado nas redes sociais.

Veja abaixo o perfil da vítima. Idoso, de 90 anos, morreu em 10 de julho e tinha comorbidades. Veja abaixo todas as mortes confirmadas nas regiões pelo Estado: Mortes confirmadas por Covid-19 Minas Gerais Conforme o boletim desta segunda, são 76.822 confirmados em todo Estado.

Estão em acompanhamento 24.697 casos - quadros que não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios. São 8.849 casos de internação hospitalar na rede pública e privada e a taxa de letalidade da doença é de 2,1% . Além disso, 50.510 pessoas se recuperaram da Covid-19 em Minas Gerais.

Ainda no Estado, há 1.615 mortes confirmadas por coronavírus. A Secretaria informou que o elevado número de casos notificados nas últimas 24 horas deve-se à modificação na metodologia de coleta de dados, o que permitiu atualizar a situação epidemiológica dos municípios com o total de casos acumulados até hoje.

E ressalto que o número apresentado não retrata a ocorrência de casos nas últimas 24 horas, mas a atualização dos dados até então não informados pelos municípios. Sobre casos suspeitos, a SES-MG informou que conforme nova definição de caso preconizada pelo Ministério da Saúde, as notificações anteriormente definidos como "suspeitas" passam a ser registrados nos sistemas oficiais de notificação como "Síndrome Gripal Inespecífica", por não preencherem, na integralidade, critério para investigação laboratorial. Initial plugin text