Polícia Militar foi acionada após registros de disparos de arma de fogo no local.

Autores não foram localizados.

Três indivíduos invadiram um velório e tentaram matar três jovens no final da noite deste domingo (12), no cemitério municipal, em Muriaé.

O pai da vítima de 22 anos estava sendo velado no local e ele estava sentado em um banco com outros dois jovens, de 18 e 20 anos. De acordo com a Polícia Militar (PM), a corporação foi acionada após registros de disparos de arma de fogo no cemitério.

Ao chegar ao local, encontraram o jovem, de 22, que contou ter sido atacado pelo trio, mas não soube identificar os autores da tentativa de homicídio. Aos policiais, ele contou que estava em banco com os outros dois jovens quando um dos autores colocou uma arma de fogo na cabeça dele.

Ao tentar atirar, no entanto, a arma “mascou” e, com isso, todos saíram correndo do local em que ocorria o velório. Durante a fuga, uma das vítimas (a PM não informou qual) foi atingida por dois disparos, sendo um no braço esquerdo e outro na perna esquerda.

O outro contou aos policiais que fugiu por trás dos necrotérios do cemitério e se escondeu atrás de uma planta.

Segundo a PM, nenhum local na edificação foi atingido pelos disparos.

Apenas na primeira sala (necrotério) havia gotas de sangue e um par de chinelos.

Perito criminal compareceu ao local e realizou as diligências de praxe.

Os militares realizaram buscas, mas nenhum dos autores foi localizado.

A PM enfatizou que “as partes envolvidas do crime não repassaram informações sobre os autores”. Em nota, a Prefeitura de Muriaé informou que "está aguardando a apuração dos fatos pelas autoridades policiais para se pronunciar, caso necessário".